Educação Infantil

 

É na Educação Infantil que as crianças dão o primeiro grande passo da experiência social e educacional. É uma etapa de múltiplas experiências, descobertas e desafios que cercam as crianças até os 6 anos de idade.  Trabalhamos com elas a autonomia, a responsabilidade, a solidariedade e o respeito ao bem comum, ao meio ambiente e às diferentes culturas, identidades e singularidades. Ou seja, os conceitos de cidadania plena.

Na Educação Infantil, as aprendizagens e o desenvolvimento das crianças têm como eixos estruturantes as INTERAÇÕES e BRINCADEIRAS, assegurando-lhes os direitos de CONVIVER, BRINCAR, PARTICIPAR, EXPLORAR, EXPRESSAR-SE e CONHECER-SE. Para isso, a organização curricular da Educação Infantil na BNCC está estruturada em cinco campos de experiências. No primeiro deles, são trabalhadas as percepções do eu, do outro e do nós, assim vai sendo construída a compreensão delas mesmas e de que existem outros modos de vida, pessoas diferentes, com outros pontos de vista. Autonomia e autocuidado fazem parte dos conhecimentos desse campo. 

Outra trilha do conhecimento é a exploração do campo do corpo, gestos e movimentos. Promover oportunidades ricas para que as crianças possam, sempre animadas pelo espírito lúdico e na interação com seus pares, explorar e vivenciar um amplo repertório de movimentos, gestos, olhares, sons e mímicas com o corpo, para descobrir variados modos de ocupação e uso do espaço com o corpo (tais como caminhar, saltar, escalar, equilibrar-se, correr, dar cambalhotas, alongar-se etc.) são primordiais. 

Traços, sons, cores e formas fazem parte dos aprendizados do terceiro campo, que inclui  a convivência com diferentes manifestações artísticas, culturais e científicas, locais e universais, multiplicando as formas de expressão e linguagens. A escuta, fala, pensamento e imaginação, na Educação Infantil, são importantes estímulos para promover experiências nas quais as crianças possam falar e ouvir, potencializando sua participação na cultura oral. Percorremos uma bela jornada até o quinto ponto, que é o dos espaços, tempos, quantidades, relações e transformações. Nele promovemos experiências nas quais as crianças possam fazer observações, manipular objetos, investigar e explorar seu entorno, levantar hipóteses e consultar fontes de informação para buscar respostas às suas curiosidades e indagações.